Para o PSD, Azurém é uma freguesia de promessas adiadas

O presidente do PSD Guimarães, visitou, na manhã de sábado, dia 13, a freguesia de Azurém. Na sequência da visita os sociais-democratas apontam o dedo aos executivos socialistas na Junta e n Câmara por aquilo que classificam como “promessas adiadas”.

Para Bruno Fernandes, “a maioria dos compromissos assumidos pela Junta de Freguesia e autarquia, nos últimos dois mandatos, não foram além das intenções”.

Em comunicado os sociais democratas enumeram as promessas por cumprir: um novo cemitério, um parque de lazer junto à igreja de Azurém e um novo centro escolar, junto à escola da Pegada.

“É uma prática recorrente. Anunciam-se projetos, mostram-se imagens em plena campanha eleitoral, criam-se espectativas, mas as obras vão sendo esquecidas, passam os anos e elas não são feitas”, acusa Bruno Fernandes.

“Verificar que projetos prometidos há oito anos continuam por concretizar é lamentável”, Bruno Fernandes

“Verificar que projetos prometidos há oito anos continuam por concretizar é lamentável, mais ainda quando se trata de uma junta de freguesia com orçamento. Se não é por falta de verba, é mesmo por falta de vontade.”, considera o presidente do PSD Guimarães.

Os sociais-democratas recordam que a a promessa da construção de um parque de lazer junto à igreja de Azurém remonta às eleições de 2013. “Não se pode assumir promessas públicas em terrenos particulares que não estão devidamente negociados e comprometidos”, critica o PSD Guimarães.

“Em ano de eleições veremos estas promessas revalidadas. Mas, não é com promessas que se serve a comunidade, em Azurém falta sentido de dedicação à causa pública”, conclui Bruno Fernandes.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?