Páscoa com lotação esgotada

Por Eliseu Sampaio,
Diretor do grupo Mais Guimarães

Os hotéis e as ruas de Guimarães voltaram a encher-se de turistas neste final de semana de Páscoa, provavelmente como nunca antes.

Sobretudo uma avalanche de espanhóis contribuiu para a dinamização do nosso comércio nesta quadra pascal e para que a restauração pudesse viver alguns dias de azáfama, tendo este setor beneficiado muito desta procura. Este foi um fenómeno que se estendeu pelo país, mas que se manifestou com maior significado no Minho e no norte do território.

Guimarães tem todas as condições para se tornar num espaço turístico de excelência. Tem as pessoas, à cabeça, que sabem receber como ninguém, tem a gastronomia, uma história riquíssima, uma ótima oferta cultural e uma beleza natural extraordinária.

A verdade é que poucos territórios conseguem conjugar todos estes fatores e, por isso, é difícil perceber como ainda temos tanta dificuldade em fazer com que, na maior parte do ano, os turistas se fixem por cá por mais de um ou dois dias.

Poucos de nós querem mais turistas. Todos queremos melhores turistas, daqueles que vêm descobrir realmente o território e daqui levam as melhores recordações, as que vão para além da visita ao Castelo e Paço dos Duques e a descida pela Colina Sagrada até ao Padrão do Salado. As recordações que vão dos bolinhos de bacalhau à alta cozinha que também temos, das colheitas em S. Torcato a um dia nas Termas nas Taipas e, até, a uma emocionante descida em BTT pela encosta da Penha.

Em Guimarães há muito para fazer e para descobrir.

Passemos a mensagem.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?