PSD não entende exclusão do distrito de Braga no arranque da vacinação

Os deputados do PSD eleitos por Braga querem saber quais os critérios aplicados pelo ministério da Saúde na priorização do plano de vacinação contra a Covid-19 e porque razão Coimbra ficou à frente.

Em comunicado, os sociais democratas referem que é “absolutamente compreensível que sejam seguidos critérios de natureza populacional, isto é, que seja seguida uma ordem de prioridade em função da dos locais com mais população, verifica-se, contudo, que o distrito de Coimbra, com uma população residente de 429.714 habitantes, dista muito significativamente da população do distrito de Braga, com uma população residente de 956.185 habitantes”.

Os sociais-democratas assinalam que os concelhos de Braga e Guimarães são mais populosos que Coimbra e que ambos dispõem de unidades hospitalares universitárias, “concretamente com ligação ao curso de Medicina da Universidade do Minho”.

Os deputados do PSD requereram à Ministra da Saúde, Marta Temido esclarecimentos sobre “qual a razão da inclusão do distrito de Coimbra e respetiva unidade hospitalar (Centro Hospitalar Universitário de Coimbra) nos locais que primeiro receberão a vacina contra a Covid-19, em detrimento de regiões mais populosas cujas unidades hospitalares servem uma população significativamente mais alargada”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?