Região Norte regista 49 milhões de euros de apoios às PME na resposta ao covid-19

O primeiro semestre de 2020 foi marcado pela atribuição de 49 milhões de Euros de fundos da União Europeia às pequenas e médias empresas (PME) da Região Norte, tendo em vista o apoio à qualificação e inovação empresarial em resposta à crise causada pela pandemia da COVID-19. A conclusão resulta da publicação da CCDR-N “NORTE UE – Portugal 2020 na Região do Norte: Dinâmica dos Programas da Política de Coesão”.

Para além desta medida, destaca-se, ainda no âmbito da resposta à atual crise sanitária, o investimento empresarial em inovação de não PME e as atividades de I&D (Investigação & Desenvolvimento) empresarial com 9 milhões de Euros e 4 milhões de Euros, respetivamente. No seu conjunto, estas medidas enquadram-se no domínio da “competitividade e internacionalização”, que continua a concentrar cerca de metade do investimento apoiado na região. Apesar disso, o domínio “sustentabilidade e eficiência no uso de recursos” corresponde àquele que regista um maior incremento relativo de fundo (11 por cento) face ao semestre anterior.

À escala sub-regional, verifica-se que aproximadamente 72 por cento dos fundos regionalizáveis a este nível concentram-se em três das oito NUTS III do Norte – a Área Metropolitana do Porto, o Ave e o Cávado. Em termos relativos, as sub-regiões do Alto Minho e do Alto Tâmega emergem como aquelas que registam maiores aumentos de fundo aprovado (13 por cento em ambas) em relação a 31 de dezembro de 2019.

Até ao final de junho de 2020 foram aprovadas 17.383 operações com incidência exclusiva na Região do Norte, no âmbito dos diversos programas da Política de Coesão da União Europeia (UE) 2014-2020 – a principal política de investimento da UE em Portugal. A estas operações correspondem a um investimento elegível de mais de 12 mil milhões de Euros.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?