Ricardo Costa: o Elefante no meio da sala

Por Eliseu Sampaio,
Diretor do grupo Mais Guimarães

A exclusão do vereador Ricardo Costa da lista do Partido Socialista à Câmara Municipal, apresentada por Domingos Bragança, e que será sufragada pelos vimaranenses a 26 de setembro é, naturalmente, o facto da semana em Guimarães.

Não que seja novidade a reformulação dos executivos. Ao longo dos anos o grupo de vereadores em Guimarães, dos que têm pelouros atribuídos, e dos que não têm, têm sofrido imensas alterações. Isso é natural, desejável até.

Das alterações propostas e aprovadas pela comissão política concelhia do PS, para além da saída de Ricardo Costa, dá-se também a exclusão do vereador do Urbanismo, Fernando Seara de Sá. Quanto às entradas, as novidades, como damos conta neste jornal, são Paulo Lopes Silva e Nélson Felgueiras, em lugares elegíveis, se se verificarem os resultados dos últimos atos eleitorais.

A saída de Ricardo Costa ganha destaque por uma razão, simples: O largo capital político que o vereador possui. Um capital alcançado ao lado de Luís Soares e Nelson Felgueiras, que lhes permitiu posicionarem-se destacadamente na concelhia, na distrital socialista e, por inerência, nas referências do concelho no partido a nível nacional.

Para além do trabalho realizado no exercício das suas funções como vereador com pelouros importantes, com a visibilidade que isso representou, como são os casos do Desenvolvimento Económico ou do Desporto, Ricardo Costa foi aumentando também a sua notoriedade política, que teve ponto alto na candidatura “irreverente” que apresentou à liderança da distrital, contra Barreto, um histórico naquela posição.

Na altura, e apesar do público apoio do presidente da concelhia vimaranense e do presidente da câmara ao seu opositor, o vereador conseguiu uns significativos 60% dos votos em Guimarães, e votações significativas noutras concelhias.

É portanto, de esperar, que Ricardo Costa e os seus apoiantes não desistam facilmente da “mudança de paradigma” que o vereador socialista tanto apregoou em diferentes intervenções, em várias latitudes, e em diversos contextos também.

A ver, vamos.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?