Sábado ao som de Jazz em Guimarães

Este sábado Guimarães recebe dois concertos de jazz, inseridos no programa da 30.ª edição do Guimarães Jazz. WhoTrio, no pequeno auditório do Centro Cultural Vila Flor (CCVF), às 16h00, e ChrisLightcap’s Superbigmouth, no grande auditório, às 19h30.

Nos últimos trinta anos, tornou-se convencional na crítica musical a distinção entre duas correntes na arte contemporânea: a corrente principal (mainstream) e a corrente marginal (underground), a arte que produz valor económico e a arte que recusa esse sistema de monetarização do ato criativo. O Who Trio cabe naturalmente nesta segunda e mais difusa categoria de músicos intransigentemente anti-económicos, mas cujas ideias começam a invadir o meio institucional do jazz, agora tolerante à improvisação livre e à exploração de largo espectro.

Composta por três músicos de excelência, esta formação é uma das pioneiras do movimento de reconexão espiritual entre o radicalismo formal e a tradição, propondo assim uma terceira via entre o free jazz dos anos setenta e as tendências de fusão dominantes nas décadas de 1980 e 1990. Na música altamente ressonante deste trio, a matriz original do jazz é invocada de forma expansiva numa constante procura de novos horizontes entre composição e improvisação, balançando permanentemente entre a dimensão individual e a dimensão coletiva do gesto de criação musical.

Originário da Pensilvânia e sedeado atualmente em Nova Iorque, Chris Lightcap iniciou o estudo de contrabaixo aos catorze anos e prosseguiu a sua formação musical em composição clássica e improvisação. Ao longo do tempo e praticamente desde o início, o percurso do contrabaixista foi intersetando gerações e movimentos do jazz, desde as primeiras colaborações com nomes históricos do free jazz até as mais recentes contribuições criativas em obras de figuras emergentes do jazz contemporâneo.

O grupo SuperBigmouth resulta da ponte entre dois projetos anteriores liderados por Lightcap, o quinteto Bigmouth, que editou dois registos discográficos pela editora portuguesa Clean Feed, e a banda Superette, uma formação de sonoridade elétrica e cujo álbum de estreia contou com as participações de Nels Cline e John Medeski. Este octeto é formado por alguns dos mais influentes e respeitados músicos do jazz contemporâneo e representa a combinação de duas vertentes do trabalho de Lightcap.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?