SOS Poético: Desafiar a comunidade escolar a escrever para e sobre a Ucrânia

A Sociedade Martins Sarmento, a Biblioteca Municipal Raul Brandão e a Escola Secundária Martins Sarmento, com o apoio do Grupo “Voltar à Escola”, vão lançar uma ação de apoio e solidariedade com os refugiados da invasão da Ucrânia, especialmente aqueles que são acolhidos em Guimarães.

© Joana Meneses / Mais Guimarães

SOS Poética é uma chamada à comunidade, em particular à comunidade escolar. “Sob o tema da paz, da rejeição da guerra, do acolhimento, da solidariedade e da aproximação entre pessoas”, o diretor da Sociedade Martins Sarmento, Paulo Vieira de Castro, explicou em que consiste esta iniciativa: uma chamada de emergência a poetas de todas as idades para reescrever a história dos refugiados. 

“Um primeiro momento será de apelo à criação literária e poética e, um segundo momento, em que os textos criados e outros já existentes possam ser disponibilizados a todos os que queiram aderir à iniciativa formando uma corrente para serem manuscritos e constituir um volume autónomo”, explicou. O terceiro momento é, então, reunir a produção escrita num volume, algo que se vai construir, não havendo, ainda, “um tempo definido”.

Ana Maria Silva, diretora da Escola Secundária Martins Sarmento, quer “desafiar a comunidade escolar a escrever os seus sentimentos, dar corpo ao ideal que queremos, que sejam capazes de serem solidários, que aprendam a colaborar e a compartilhar”.

©2023 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?