Tempo Livre representada no Projeto Flot – Female Leaders of Tomorrow

Diretora do Centro de Estudos do Desporto de Guimarães da Tempo Livre, Paula Nogueira, e atleta do GTeam (futsal, Guimarães), Alexandra Gonçalves, são as portuguesas selecionadas pelo painel internacional.

O FLOT é um projeto cofinanciado pela Comissão Europeia que tem como objetivo capacitar uma nova geração de jovens mulheres europeias e africanas que desenvolvem atividade na área do Desporto para Todos, e dotá-las com ferramentas, conhecimentos, experiências e orientação necessários para liderar este movimento global que, entre outros flagelos, combate a inatividade e o sedentarismo.

“Através de um programa abrangente de mobilidade internacional e mentoria, as jovens candidatas a futuras líderes do movimento global do Desporto para Todos serão orientadas por um grupo de mentores tendo em vista a sua capacitação para a liderança”, pode ler-se em nota enviada às redações.

Os 11 mentores, oriundos de sete países da África e da Europa (África do Sul, Zimbabué, Zâmbia, Alemanha, Eslovénia, Portugal e França), foram selecionados com base no seu vasto conhecimento, experiência e sucessos alcançados com atividades, projetos e iniciativas que se inscrevem no espírito do movimento global Sport for All. 

Cada mentor tem sob sua responsabilidade a orientação personalizada de duas jovens, uma africana, outra europeia, e no âmbito do projeto FLOT cada um dos 9 trios de mentoria desenvolverá projetos inovadores com aplicação prática. As 20 jovens selecionadas são oriundas de nove países africanos (Namíbia, Angola, Botsuana, Essuatíni, Malawi, África do Sul, Zimbabué, Zâmbia, Lesoto) e quatro países europeus (Eslovénia, Portugal, Reino Unido e Alemanha).

Os projetos individuais terão de abordar um dos 12 tópicos da Missão da TAFISA 2030: Por um mundo melhor através do Desporto para Todos, um documento orientador para uma estratégia global de combate à epidemia mundial de inatividade física e que apela à mobilização de todos para que, com o seu exemplo e intervenção, sejam parte do movimento de mudança por um mundo melhor.

Paz, desenvolvimento e parcerias, equidade de género, educação, Inclusão social, literacia do exercício físico e do desporto, cidades ativas, ambiente, herança cultural e diversidade, governança, liderança e integridade, comunidade e voluntariado, saúde e bem-estar, impacto económico e voluntariado, são os tópicos que compõem a Missão Tafisa 2030.

“As participantes terão oportunidade de desenvolver competências pessoais, profissionais e técnicas, adquirir novas habilidades e conhecimentos por meio da educação não formal, assim como potenciar a sua empregabilidade futura”.

As sessões de apresentação decorreram em agosto e as primeiras reuniões de trabalho decorreram ao longo do mês de setembro. Os projetos individuais foram apresentados no final de fevereiro e a sua aplicação iniciada em março. A divulgação dos projetos, após execução, está prevista acontecer durante o 27º Congresso Mundial da TAFISA, que se realizará em Portorož, na Eslovénia, no outono.

O projeto FLOT é desenvolvido pela TAFISA- The Association for International Sport for All à qual se juntam outros parceiros como a Associação das Federações Desportivas (OCS-ASF), a Rede Europeia de Educação Desportiva (ENSE), o Comité Olímpico da Eslovénia e o Conselho de Desporto da União Africana Região 5 (AUSC Region 5).

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?