Tiago Castro e Fisioponte: Fisioterapia de excelência no desporto

Tiago Castro e a Fisioponte, Clínica de Fisioterapia localizada em S. João de Ponte – Guimarães, são nomes comuns nos balneários do concelho de Guimarães. Isto porque, são já muitos os clubes vimaranenses e também da região, e vários atletas que recorrem regularmente aos serviços de Tiago Castro e da sua clínica, destacando a dedicação e a especialização na vertente desportiva.

A Mais Guimarães esteve à conversa com Tiago Castro para, sobretudo, perceber a importância de um bom acompanhamento de Fisioterapia para o sucesso desportivo.

 © Direitos Reservados

Quando e com que objetivo nasce a Fisioponte?

De volta a 2015. Nessa altura, a Fisioponte nasce para colmatar um vazio no mercado da Fisioterapia diferenciada. Na altura percebi que as experiências que tinha vivido não me realizavam o suficiente, e senti que era capaz de oferecer mais e melhor aos meus pacientes, mais do que o que era preconizado nos locais convencionados.

Em que se especializaram durante este tempo?

Como em muitas outras coisas, o meu percurso e da Fisioponte convergiram. Em 2018 tirei uma pós-graduação em Reabilitação em Medicina do Exercício e Desporto, e isto mudou completamente o rumo da minha e da nossa prática-clínica. Até então era tudo feito quase por instinto, ou então porque era o “normal” da Fisioterapia convencional.

Depois desse momento começamos apenas a trabalhar com prática baseada na evidência, com bases sólidas, e criamos um “modus operandi” que atualmente toda a equipa segue à risca. Obviamente que os nossos fisioterapeutas têm o ónus da intervenção, mas a base é sempre a mesma, terapia manual, exercício clínico e educação, e cada um destes pilares tem exatamente o mesmo valor.

 © Direitos Reservados

Com que clubes estão atualmente em colaborar?

Neste momento, eu particularmente com o Vitória Sport Clube, enquanto Fisioponte, gerimos o departamento clínico do Clube Desportivo Xico Andebol, do Clube Desportivo União Torcatense, do Guimarães Rugby Union Football Club , ainda trabalhamos de forma estreita com o Clube Operário Campelos, que foi o primeiro clube parceiro da Fisioponte. Colaboramos ainda com algumas referências na área da medicina, como por exemplo o Dr. Hélder Pereira, uma referência mundial na área da ortopedia desportiva, ou o Dr. Hugo Lopes, também uma referência na medicina desportiva.

Esta diversidade é algo que muito nos orgulha, mas também traz uma responsabilidade enorme, pois lidamos diariamente com uma fatia enorme de atletas e pessoas da cidade de Guimarães.

Qual a importância de um bom acompanhamento de fisioterapia para o rendimento e bem estar dos atletas?

É crucial. Atualmente, o mundo do desporto, e não só a alta competição, cinge-se cada vez mais aos detalhes, ao momento e ao catapultar desse momento. Ter um corpo são e uma mente sã é a única forma de ter uma hipótese, sem esses dois pressupostos é praticamente impossível ser desportista e obter sucesso.

 © Direitos Reservados

É um aspeto ainda descurado pelos clubes?

No atual paradigma creio que não. De forma generalizada, os clubes têm nos quadros fisioterapeutas, e alguns vão mais longe e desenvolvem projetos direcionados para a prevenção de lesões, como o Xico Andebol que, em 2019, criou um espaço direcionado para o efeito, e que é algo que me orgulha muito.

Quais são os objetivos para o futuro da Fisioponte, e do Tiago Castro em particular?

Os nossos caminhos vão continuar a cruzar-se, porque queremos ser sempre melhores enquanto equipa, e queremos ser cada vez mais uma referencia na área da Fisioterapia.

O caminho será o mesmo dos últimos sete anos, baseado na máxima atenção ao paciente, vendo-o como um todo e não como uma lesão. Vamos continuar a sustentar a nossa intervenção em práticas baseadas na evidência , e a educar quem por nós passa a cuidar de si. Ainda que, financeiramente não seja o opção mais vantajosa, esta é a única forma que sei estar na Fisioterapia e na vida. Orgulho-me imenso de nunca ter cobrado um euro a quem não achasse que deveria.

Pessoalmente, quero continuar a crescer enquanto profissional, principalmente na área do desporto, que é a que me apaixona, e ser reconhecido como alguém integro e competente.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?