Tribunal de Guimarães condena homem que matou vizinha a 18 anos de prisão

Homem matou vizinha em abril do ano passado num café em Fermentões.

© DR

O Tribunal Judicial de Guimarães condenou esta quarta-feira o homem de 53 anos que, em abril do ano passado, matou uma vizinha num café em Fermentões. O arguido foi condenado a 18 anos de prisão por um crime de homicídio simples, um crime de homicídio qualificado na forma tentada e dois crimes de ofensa à integridade física simples, já o homem também feriu mais três pessoas. O homem terá ainda de pagar 250 mil euros por danos patrimoniais e não patrimoniais, de acordo com o Correio da Manhã.

Em abril de 2019, por volta das 22h00, o homem “desferiu ‘vários golpes com força’” num jovem. A vítima mortal, mãe do jovem, tentou parar as agressões, tal como as outras duas vítimas. A mulher foi, na altura, transportada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos; já o filho foi “prontamente assistido no hospital”. “As outras duas sofreram lesões que lhes determinaram vários dias de doença”, lê-se no artigo do Correio da Manhã.

De acordo com o mesmo jornal, “o arguido alegou que aquela era a terceira vez em que tinha sido humilhado e vexado naquele dia e que, por isso, teve um acesso de raiva e de descontrolo emocional”. O Correio da Manhã cita ainda o coletivo de juízes, que frisou a “personalidade perturbada e perigosa” do arguido, bem como a sua “tendência para uma reação rápida e não planeada, ‘com risco de violência elevado’”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?