UM OLHAR SOBRE GONDAR

Por Agostinho Faria,

Presidente da Junta de Freguesia de Gondar

Gondar é uma freguesia a poente do concelho de Guimarães que faz fronteira com as vilas de S. Jorge de Selho (Pevidém) e Serzedelo, com a freguesia de Pedome, concelho de Vila Nova de Famalicão, e, ainda, tem o privilégio de ter o Rio Ave como limite.

De acordo com os censos de 2011, é uma freguesia com 2837 habitantes, no entanto este número tem vindo a aumentar. O povo de Gondar é, por tradição, um povo que desenvolve o seu trabalho na área têxtil, mas os tempos vão mudando e as tradições mudam com eles, os desafios e as realidades são diferentes, sendo assim criados novos reptos e novas oportunidades na área da alimentação, do mobiliário e comércio, entre outros.

A freguesia tem dado resposta aos desafios da atualidade e está preparada para os tempos que se avizinham, visto que tem um povo com capacidade de dar a volta por cima das dificuldades.

Contudo, Gondar não se resume apenas a isto. Devemos ter o orgulho de dar um passeio de bicicleta, ou até mesmo a pé, junto ao Rio Ave, indo ao encontro do antigo caminho, junto à margem, até à ponte Romana do Rio Selho, que serve de passagem para a vila de Serzedelo. Podemos apreciar a beleza das paisagens, as plantações de kiwis e os rios, porque são únicos na nossa região. É neste sentido que os gondarenses se sentem felizes e têm brio de viver em Gondar.

Também não podia deixar de referir que a paróquia de Gondar, sob o comando do Sr. Padre João Matos, que nos orgulha a todos e tem contribuído de forma exemplar na ajuda ao próximo, promoveu, junto da população, diversas iniciativas para a formação do Centro Social e Paroquial, onde funcionam as valências de Centro de Dia e Apoio Domiciliário, dando assim resposta social a cerca de setenta pessoas, sendo a maior parte de Gondar e as restantes de outras freguesias vizinhas.

Relativamente às áreas sociais e culturais, é de realçar o reconhecimento da associação de moradores, presidida pelo Sr. Manuel Veloso, que na parte que lhe toca tem ajudado as famílias que mais necessitam de auxílio nas suas habitações, tendo também a coragem e o orgulho de formar um rancho folclórico (as Ceifeiras de Gondar), que tanto nos envaidece por levar Gondar mais longe. Ainda neste âmbito, deixo uma nota em relação à Associação S. João Batista de Gondar, na pessoa do Sr. Domingos Mendes, que tem desenvolvido, com sucesso, as suas atividades, como, por exemplo, no atletismo e no rancho, e à mais recente associação gondarense: PAJEG- Associação Desportiva de Gondar, coletividade que é presidida pelo Sr. Porfírio Fontão e que tem como fim a promoção de diversas atividades recreativas e desportivas.

Como presidente da junta, penso que os cidadãos de Gondar são únicos no concelho e têm o coração de acolhimento e de ajudar o próximo, uma vez que todos pensam no melhor para Gondar. Por parte do executivo, reafirmamos que está a ser feito o melhor para esta terra, não só porque fomos eleitos, mas porque gostamos e queremos ver Gondar e os gondarenses cada vez melhor!

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?