Vai-m’à Banda está de regresso

Na sua quarta edição, o Vai-m’à Banda está de regresso numa versão adaptada aos desafios atuais. Filipe Sambado, Chinaskee, Maria Reis e Fumo Ninja são os nomes que perfazem o alinhamento deste ano no regresso distanciado às tascas da cidade de Guimarães.

© Direitos Reservados

“Ao invés de nos juntarmos à mesa, entre os já tradicionais encontros de malgas de vinho e caldo verde, reunimo-nos em largos da cidade não muito longe das tascas”, diz a organização.

Na sexta-feira, 27 de agosto, Filipe Sambado e Chinaskee atuam no largo Condessa do Juncal, depois do jantar. No sábado, durante a tarde e entre lanches, o palco é na Penha, com a estreia absoluta de Fumo Ninja e Maria Reis.

Os ingressos são gratuitos, porém, de modo a cumprir as regras sanitárias e a criar uma experiência segura, cada concerto terá um número limitado de lugares, com bilhetes a levantar horas antes de cada espetáculo na Tasca Expresso, onde tradicionalmente se inicia o certame.

Serão disponibilizadas pulseiras que darão acesso à viagem de teleférico para a Penha por apenas 1,5€, num número limitado de lugares e mediante levantamento prévio.

A Revolve, que organiza o Vai-m’à Banda com o apoio do Município de Guimarães, espera “regressar a todos estes locais emblemáticos da cidade, com menos restrições, neste diálogo que pretende contribuir para a preservação das tascas e seus costumes, com a música como a melhor desculpa para reunir pessoas”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?