Vânia Dias da Silva alerta para aumento da criminalidade em Guimarães

A vereadora da coligação "Juntos por Guimarães", Vânia Dias da Silva, chamou a vereação municipal à atenção devido aos números da criminalidade registados em Guimarães durante o ano de 2023, estatísticas que "não nos podem deixar descansados", sublinha.

© Direitos Reservados

A vereadora alertou, na reunião de câmara desta segunda-feira, dia 08 de abril, para a “voz de alarme que se assiste com o aumento da criminalidade através das estatísticas da Justiça” no concelho, acrescentando que “tem havido a perceção (do aumento da criminalidade) por parte das pessoas.”

De acordo com os dados publicados pela Direção-Geral da Política de Justiça, Guimarães registou 3.032 crimes em 2023, valor superior ao do ano anterior, em que a estrutura registou 2.728 crimes, números que se traduzem num aumento de 304 casos.

Apesar de considerar que se tratam de “números cegos”, Vânia Dias da Silva não deixou passar em branco “o aumento do número de processos” em Guimarães, questionando Domingos Bragança, presidente do município, que medidas estão a ser tomadas para acompanhar este número e, se necessário, “precaver o fenómeno”.

Vânia Dias da Silva admite que essas estatísticas “não significam que houve mais crimes, mas sim que o número de processos nas autoridades judiciais aumentou”. Todavia, destaca que a vereação “tem de estar atenta ao que parece ser um fenómeno crescente no país e começar a tomar medidas para, paulatinamente, podermos fazer face ao que pode ser um problema.

Em defesa, o presidente da Câmara Municipal de Guimarães considera que a cidade “é muito segura”, apontando ainda que “é das cidades a nível nacional com indíces de criminalidade mais baixos e é das mais seguras da Europa.”

Domingos Bragança frisou que tanto a perceção como os factos “comprovam a segurança” da cidade, mas admitiu que, “se houver aumentos de casos, isso tem de merecer a nossa atenção juntamente com a PSP, GNR e Gabinete de Segurança Municipal.”

O edil aproveitou para enaltecer a “multiculturalidade” de Guimarães, uma cidade que “sabe viver bem e sabe receber bem as pessoas seja de que origem forem. Mas temos de reforçar isso para integrar melhor as pessoas e não deixar ninguém de fora,”

Em resposta às questões culturais, a vereadora da oposição disse que “é importante que as pessoas de outras nacionalidade se integrem, mas o fenómeno da criminalidade pode ou não estar associado a isso.”. Vânia Dias da Silva remata ao dizer que “é um erro associar a segurança às migrações”, considerando que “uma coisa não tem nada a ver com a outra.”

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES