VITÓRIA DÁ UM PONTAPÉ NA CRISE E VENCE ESTORIL (3-1)

O Vitória regressou aos triunfos no campeonato ao vencer o Estoril por 2-1. Os golos foram apontados por Hurtado e Raphinha para os Conquistadores e por André Claro para os canarinhos.

O Vitória entrou muito bem no jogo e logo aos dez minutos ficou a jogar com mais uma unidade em campo, fruto da expulsão do lateral Abner, que travou a progressão de Heldon. Da falta que originou a expulsão surgiu o primeiro lance polémico do jogo, com o médio Eduardo a cortar o livre de Hurtado com o braço. O árbitro e o VAR decidiram nada assinalar. Com a expulsão, o Vitória partiu para cima do adversário e aos 19 minutos chegou ao golo. Cruzamento de Raphinha e Hurtado, de cabeça, atirou a contar. O árbitro assistente ainda anulou o golo, mas a intervenção do VAR acabou por corrigir a decisão.

Até ao intervalo as duas equipas jogaram de forma aberta e foram desperdiçar oportunidades. Quando já todos esperavam pelo intervalo, aos 45+4, André Claro fez o golo do empate. O livre de Eduardo levava selo de golo, mas Douglas defendeu para a barra. Na recarga, o avançado português atirou para uma baliza deserta.

No segundo tempo o Vitória entrou praticamente a ganhar, fruto de um golo de Raphinha, assistido pelo recém-entrado Rafael Martins. O jogo foi mantendo uma toada de futebol ofensivo e o Estoril mesmo com menos um homem, foi mantendo em sentido a equipa de Pedro Martins. Já nos descontos, Heldon surgiu isolado e perante Renan, não deu hipóteses e fechou o placard.

O Vitória pôs assim final a uma série de quatro derrotas consecutivas e chegou ao 8.º lugar do campeonato, com 26 pontos. Na próxima jornada os Conquistadores deslocam-se a Alvalade para enfrentar o Sporting.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?