VITÓRIA E MOREIRENSE MEDEM FORÇAS NO DÉRBI VIMARANENSE

O Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas vai ser casa do 23.º jogo entre os clubes mais bem-sucedidos da cidade de Guimarães. A equipa de Moreira de Cónegos ganhou os três primeiros jogos oficiais com o Vitória.

© Marco Jacobeu

Este sábado há dérbi. Não é tão mediático como o dérbi do Minho, que coloca frente-a-frente Vitória e Braga, nem tem a mesma história – vimaranenses e bracarenses já mediram forças 139 vezes –, mas mexe com o concelho e agita paixões locais. “Existe rivalidade. Há jogadores do Vitória que agora estão no Moreirense. Há a rivalidade de vizinhança, o que não acontece ao nível das direções”, resumiu Augusto Inácio, em 2002, altura em que treinava o Vitória e perspetivava um encontro com a equipa de Moreira de Cónegos.

Vai ser o 23.º jogo entre cónegos e “conquistadores” e o Vitória tem vantagem no histórico. Nos 22 confrontos, a equipa agora orientada por Ivo Vieira conta com 12 triunfos, ao passo que a equipa da vila de Moreira de Cónegos conquistou cinco — a última delas em 2017. Curiosamente, os primeiros confrontos entre as duas equipas caíram para o lado do Moreirense. Aliás, nos primeiros três, o Moreirense ganhou sempre. O primeiro encontro data de 1999, altura em que o Vitória encontrou o Moreirense na 4.ª eliminatória da Taça de Portugal. Na altura, os dois golos de Gilmar acabaram por não ser suficientes para seguir em frente na prova rainha, já que o Moreirense venceria o jogo por 3-2.

Um ano depois, o Vitória é novamente dobrado pelos cónegos na prova rainha. Num jogo de loucos, nos quartos-de-final da prova, com quatro expulsões, um golo de Fernando Pires decidiu o jogo a favor do Moreirense e tombou novamente a equipa orientada por Quinito. No mesmo ano, numa época diferente o Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas recebia novo jogo a contar para a prova rainha e o Vitória cai novamente aos pés do Moreirense. Num jogo com sete golos, os cónegos ganharam por 4-3. Na altura, Manuel Machado sentava-se no banco dos “conquistadores” num jogo em que a expulsão de Abel Ferreira foi decisiva no desfecho do encontro.

Caras conhecidas

A verdade é que esta série invencível da equipa cónega iria ser atenuada com a subida da equipa ao escalão principal do futebol português. Os confrontos a contar para a Primeira Liga dão uma clara vantagem ao Vitória. O Moreirense só venceu dois dos 18 jogos realizados para o campeonato. O primeiro triunfo dos “conquistadores” no Dérbi acontece em 2002. Com o campeonato a chegar ao fim, a turma de Augusto Inácio consegue levar de vencida a formação de Manuel Machado num jogo em que os golos do ponta-de-lança Romeu e do defesa brasileiro Rubens Junior decidiram o jogo a favor dos visitantes.

Os jogos foram-se somando e o Vitória-Moreirense repete-se pela 23.ª vez este sábado e, como disse Inácio há 17 anos, há caras conhecidas e jogadores que trocaram o Vitória pelo Moreirense — e vice-versa.

Mas antes dos jogadores, olhemos para o banco. Ambos os treinadores têm ligações robustas a ambos os clubes. Ivo Vieira levou o Moreirense à sua melhor classificação de sempre na última temporada e agora volta ao Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas como treinador da equipa visitante. Os cónegos só perderam o 5.º lugar na última jornada, depois de serem derrotados em casa pelo Vitória de Luís Castro por 3-1. No banco do Moreirense estará Vítor Campelos, que até esteve no banco do Vitória num jogo da Liga Nos. O treinador vimaranense ocupou o lugar de treinador interino após a demissão de Pedro Martins. De resto, Vítor Campelos passou três épocas no Vitória, a orientar os “bês” dos “conquistadores”.

Dentro de campo, a conexão também está mais patente, embora não seja tão presente como em anos transatos. Embora o Moreirense conte com jogadores com passagem pelo Vitória, há poucos sinais da ligação em sentido contrário. O Moreirense conta nos seus quadros com o lateral direito João Aurélio e o avançado uruguaio David Texeira, mas o Vitória só deverá reencontrar o português já que o avançado que marcou oito golos de rei ao peito ainda não realizou qualquer jogo para o campeonato esta época. O plantel do Vitória conta com um jogador proveniente do Moreirense. O guardião Jhonathan foi um dos primeiros reforços anunciados para esta época, mas uma lesão ainda não permitiu ao brasileiro somar qualquer minuto.

Com mais ou menos caras conhecidas, a bola vai rolar este sábado, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas. O jogo está marcado para as 20h30. Antes disso ainda há jogos a meio da semana. O Vitória recebe o Belenenses SAD e o Moreirense desloca-se a Vila do Conde para defrontar o Rio Ave.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?