A “pandemia escondida”: Violência doméstica em destaque no Consultório Aberto

Consultório Aberto #8

𝐀 𝐯𝐢𝐨𝐥ê𝐧𝐜𝐢𝐚 𝐝𝐨𝐦é𝐬𝐭𝐢𝐜𝐚 𝐞𝐦 𝐩𝐞𝐫í𝐨𝐝𝐨 𝐝𝐞 𝐩𝐚𝐧𝐝𝐞𝐦𝐢𝐚É este o tema do Consultório Aberto de hoje, que conta com a presença de Marta Silva, chefe do Núcleo Violência Doméstica e Violência de Género da CIG.

Posted by Mais Guimarães on Saturday, 6 June 2020

A violência doméstica foi o tema em destaque no Consultório Aberto deste sábado, que contou com a presença de Marta Silva, chefe do Núcleo Violência Doméstica e Violência de Género da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, além de Emanuela Lopes, psicóloga clínica e da saúde do Hospital de Guimarães.

Para Emanuela Lopes, este é um problema que “já não é de agora” , e que, se calhar, a pandemia veio trazer ao de cima “problemas relacionados com violência domésticos”, que é designada por muitos como uma “pandemia escondida”, explica. “Logo no início, algumas pessoas já falavam que tinham que ter alguns cuidados com a forma como iam abordar o parceiro. Logo no inicio já ouvíamos relatos já a prever que isto não iria correr muito bem”, confessa.

Para Marta Silva, este é um problema que se terá “intensificado” em “número, complexidade e intensidade”, embora os números de denúncias tenham decrescido muito acentuadamente. “As forças de segurança tiveram menos 39% de queixas e estamos em crer que não foi porque não houve ocorrências, mas porque as pessoas estiveram limitadas na tomada de decisão de fazer queixas”, não só “por estarem em confinamento”, mas também por diferentes variáveis como a perda de emprego ou de rendimento, considera. “Agora vamos ter meses muito desafiantes”, antevê.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?