GREGÓRIO DUVIVIER

Nome completo: Gregório Byington Duvivier
Nascimento: 11 de abril de 1986 Rio de Janeiro, Brasil
Profissão: Humorista, ator e guionista

Chega a Guimarães esta sexta-feira, 13, mas não há azar. Gregório Duvivier traz ao público vimaranense a peça “Uma Noite na Lua” (22h00, no São Mamede CAE), a história de um autor às voltas com a sua criatividade porque tem de escrever uma peça em apenas uma noite. “E essa noite é a peça a que o público assiste, uma noite dentro da cabeça de um autor de teatro”, explica Duvivier ao Mais Guimarães. O ator, humorista, guionista e escritor brasileiro tornou-se mundialmente conhecido pela sua participação no canal de humor no Youtube Porta dos Fundos, onde são abordados todos os temas, sem censura. É um dos canais com mais visualizações em todo o mundo e tem mais de 11 milhões de seguidores.

Foi por este meio que encontrou uma certa libertação para poder fazer humor: “No Porta de Fundos tem total liberdade de criação para fazer vários tipos de humor, por isso é que a gente fez o canal via Youtube, para a gente ter liberdade criativa de falar sem filtros com o espetador. Nada melhor para a comédia que a liberdade. Eu não acredito em comédia sem liberdade, nem humor sem liberdade, acho que o ingrediente principal do nosso humor é a irreverência”, refere.

Começou a atuar aos nove anos, no curso de teatro. Era um menino tímido, quase antissocial, e viu no teatro a saída encontrada para se desinibir. Gregório Duvivier é licenciado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Um ano antes de entrar na faculdade, aos 17 anos, formou um grupo de teatro que fez a peça “Z.É. Zenas Emprovisadas”, que esteve onze anos em cartaz pelo Brasil. Escreve também poesia com títulos como “A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora” (2008), “Ligue os pontos – Poemas de amor e Big Bang” (2013) e “Percatempos – Tudo Que Faço Quando Não Sei O Que Fazer” (2015). Além de poemas inéditos, o livro conta com ilustrações feitas pelo próprio autor, a primeira vez que Duvivier mostra esta sua faceta.

Gregório Duvivier é colunista no jornal de referência brasileiro “Folha de São Paulo” e é através da sua pena que tenta advogar aquilo que considera ser um “golpe” com o processo de destituição da presidente Dilma Rousseff. É dele a expressão de que o impeachment é “como limpar o chão com bosta” e tenta ser um mensageiro em oposição “à imprensa muito parcial no Brasil”.

Preocupa-o ainda a missão de, nos seus textos, “bater de baixo para cima”, no sentido de “obrigar os poderosos a responder”. E termina: “Eu acho que quando você tem essa preocupação, você pode ficar de consciência tranquila de que você não foi covarde”.

Por: Catarina Castro Abreu

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

SUBSCRIÇÃO GRÁTIS

RECEBA O JORNAL MAIS GUIMARÃES

NO SEU EMAIL

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?