GUIMARÃES E BRAGA – CIDADES DE DESPORTO

No passado domingo as equipas do Vitória de Guimarães e do Sporting de Braga enfrentaram-se dando continuidade a uma longa rivalidade desportiva entre as duas cidades minhotas. O jogo terminou empatado a três bolas. Quando olhamos para o sistema desportivo das duas cidades o equilíbrio acaba por ser também a nota dominante.

Guimarães e Braga são cidades que ocupam um lugar de destaque na história de Portugal, Braga reclama ser a mais antiga, com mais de 2 mil anos, e Guimarães é o berço da nacionalidade. No passado recente Guimarães foi Capital Europeia do Desporto (2013) e Capital Europeia da Cultura (2012), Braga foi Capital Europeia da Juventude em 2012 e é atualmente Capital Ibero-Americana da Juventude. Além destas iniciativas, ambas as cidades foram anfitriãs do Euro 2004. Estes eventos deixaram marcas, não só nos equipamentos desportivos e culturais das duas cidades, mas sobretudo numa dinâmica das coletividades, desde as mais humildes associações de freguesia até aos grandes clubes que representam as duas cidades.

Um olhar exterior para o desporto de Braga e Guimarães não pode ignorar os dois grandes gigantes que são o Vitória de Guimarães e o Sporting de Braga. Relativamente a títulos nacionais, a equipa de Braga leva ligeira vantagem, ganhou a Taça de Portugal em 66/67, repetiu em 76/77 e ganhou a Taça da Liga em 2012/2013, no mesmo ano em que o Vitória venceu a Taça de Portugal. Porém, sendo um concelho com menos população, Guimarães tem duas equipas no escalão principal do futebol nacional, junta-se ao Vitória o Moreirense. As duas cidades têm dois estádios. A cidade de Guimarães tem 59 campos de futebol para 48 freguesias, a cidade dos arcebispos tem 60 campos de futebol para 62 freguesias. Leva vantagem a cidade berço neste comparativo, com mais do que um campo por freguesia, quando Braga não chega à unidade por freguesia.

Tempos houve em que as piscinas foram o símbolo do desenvolvimento económico e naturalmente desportivo dos municípios. De acordo com a sua Carta Desportiva, Braga tem 15 piscinas cobertas contra 13 de Guimarães. Se dividirmos este número pela população dos dois concelhos, concluímos que nos dois existe uma piscina para cada 12 mil habitantes, isto sem levar em linha de conta a dimensão de cada instalação e as suas valências. Na cidade de Braga há 152 polidesportivos, uma média de mais de dois por freguesia. A cidade de Guimarães tem 131 instalações polidesportivas, colocando-se aqui claramente em vantagem, com mais de três equipamentos por freguesia, em média.

O equilíbrio é a nota dominante entre as duas cidades, no entanto, há alguns equipamentos que fogem a esta nota. Relativamente a pistas de atletismo, Braga tem 18 destes equipamentos e Guimarães apenas um. Esta diferença também terá a ver com o método usado para inventariar os equipamentos, no caso de Guimarães só foi considerada a Pista Gémeos Castro, por ser a única regulamentar. Já no que toca a campos de ténis, Guimarães leva clara vantagem, com 26 campos destinados à prática desta modalidade, em que o melhor atleta português é vimaranense. Em Braga existem, de acordo com Ricardo Gomes, diretor de comunicação da Câmara Municipal de Braga, apenas 17 campos de ténis.

A cidade bracarense parece ser mais atrativa para o investimento privado. As grandes cadeias de ginásios, Solinca, Holmes-Place e Fitness Hut estão presentes na cidade já há alguns anos. Em Guimarães, o negócio do fitness continua a ser um assunto local.

O aspeto em que as duas cidades mais destoam, com vantagem clara para Guimarães, é nos Parques Urbanos

O aspeto em que as duas cidades mais destoam, com vantagem clara para Guimarães, é nos Parques Urbanos. Em Guimarães existem dois, um de cada lado da cidade. Um na freguesia da Costa, com cerca de 30 hectares, e outro junto da Pista Gémeos Castro, com 18 hectares. A cidade de Braga não tem nada comparável a isto. Tendo em conta que, mais do que as instalações para o desporto profissional, é este tipo de equipamentos que contribui para a qualidade de vida das populações, é uma diferença muito significativa.

A Área Útil Desportiva por Habitante (AUH) estabelece uma relação entre a área dedicada ao desporto e o número de habitantes, o Conselho da Europa fixou como bom uma área acima de 4 m²/habitante. Braga tem um total de 642 instalações, para uma população de 181 mil habitantes e Guimarães 417 para um total de 159 mil habitantes. Isto resulta numa AUH de 4,04 m² para Braga e 4,18 m² para Guimarães, uma ligeira vantagem para Guimarães.

 

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?