Guimarães perdeu 3,63% da população em oito anos

O concelho de Guimarães continua a perder população ano após ano e bem acima da méda nacional. Entre 2011 e 2019, Guimarães perdeu 3,63% da população, chegando aos 152.309 habitantes no final do ano passado.

Se a comparação dos números registados do final de 2019 for feita com 2014, o decréscimo da população é de 2,06%. Se compararmos com o final do ano 2016, o decréscimo é de 0,32%.

Entre 2011 e 2019 Portugal perdeu cerca de 246,5 mil habitantes, o que corresponde a uma redução de 2,34% na população do país, segundo as estimativas do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Este período ficou marcado pela entrada da troika em Portugal, em 2011, e as políticas de austeridade colocadas em prática. A crise levou a uma redução na chegada de imigrantes mas também a um aumento da emigração de portugueses que procuraram oportunidades de emprego noutros países.

Aqui à volta, em Braga e Vizela, a população continua a aumentar

No final de 2019, a população em Braga chegou aos 182.679 habitantes. Trata-se de um aumento de 0,28% face a 2011, um aumento de 0,62% face a 2014 e um aumento de 0,42% face ao final do ano de 2018.

Também segundo os dado estatísticos do INE, a população em Vizela aumentou para 23.897 habitantes no final de 2019. Se compararmos com o ano de 2011, trata-se de um aumento de 0,24%.

Estes são, de resto, os únicos dois concelhos do distrito cuja população continua a aumentar. Em toda a zona norte, só Vila do Conde, Maia e Valongo se juntam à lista.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?