JVC AFIRMA QUE O PROJETO DA LISTA B PASSA POR UM ENTREPOSTO DE JOGADORES

O candidato à presidência do Vitória, Júlio Vieira de Castro, lançou duras críticas à lista opositora, na conferência de imprensa realizada esta quinta-feira.

“O posicionamento e atitude do Júlio Mendes desde que o Novo Vitória apresentou o plano de investimento é uma tentativa clara de fugir às suas responsabilidades e em explicar aos sócios qual o papel da BMG [Banco de Minas Gerais] no seu projeto de alavancagem de 18 a 20 milhões de euros”, afirmou.

Júlio Vieira de Castro aproveitou algumas declarações do candidato da Lista B para ir mais longe na sua análise. “Diz-se que o Vitória não pode cair nas mãos dos privados. Mário Ferreira é o quê? Uma entidade pública? Ninguém investe, nem Mário Ferreira, num aumento de capital para perder dinheiro. Mário Ferreira virá para vencer connosco. O engenheiro Júlio Mendes demonstra pânico e medo de perder as eleições, por isso fala constantemente do Novo Vitória. Não tem como explicar aos sócios um projeto que passa por vender as ações de Mário Ferreira a um entreposto de jogadores – o BMG. Também se alega que se vai tirar o clube aos sócios. Quando ganharmos as eleições, caso isso aconteça, eu e a minha equipa apresentamos a demissão no minuto seguinte. O nosso compromisso é com os sócios”, sublinhou o candidato da Lista A.

Para Júlio Viera de Castro, os vitorianos têm duas escolhas: “um Vitória ser gerido por nós ou por quem nada sente”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?