“Maiores de 60 deverão estar vacinados até ao final do mês”

A situação pandémica a nível municipal está a um nível baixo de infeção e “controlada”, conforme ficou demonstrado na reunião da Comissão Municipal da Proteção Civil de Guimarães, realizada esta terça-feira, 04 de maio. 

A reunião foi presidida por Domingos Bragança, contando com os representantes do ACES do Alto Ave, do Centro Distrital da Segurança Social, Polícia Segurança Pública, Polícia Municipal, Hospital de Guimarães, Bombeiros das Taipas, Bombeiros de Guimarães, Cruz Vermelha e ainda os presidentes das Juntas de Freguesia.

“A prioridade, agora, está voltada para o processo de vacinação”. O diretor do ACES do Alto Ave, Novais de Carvalho, considera que até ao final deste mês fique concluído o processo de vacinação a pessoas com mais de 60 anos, seguindo as metas apontadas pela “task-force” do Governo que visa chegar ao mês de setembro com cerca de 70% da população já vacinada.

As forças de segurança, entretanto, aumentaram a fiscalização nos espaços públicos com o maior movimento de pessoas na rua, na sequência do desconfinamento e o fim do estado de emergência.

A retoma das atividades nos Centros de Convívio e Centros de Dia foi também um dos temas discutidos nesta reunião, cuja avaliação da respetiva abertura passa a estar pendente do Plano de Contingência devidamente apreciado pela Saúde Pública. 

O Presidente da Câmara, Domingos Bragança, manifestou a importância de retomar as atividades dos projetos sociais no sentido de “contribuir para uma maior interação social das pessoas, salvaguardando a necessidade de estarem todos os elementos já vacinados”, pode ler-se numa nota enviada às redações.

A Comissão Municipal de Proteção Civil aprovou por unanimidade revogar a decisão tida em reunião de 13 de outubro, que determinava que realização de eventos em equipamentos culturais do município e espaços públicos de Guimarães apenas estavam autorizados mediante um parecer vinculativo da Autoridade de Saúde.

Domingos Bragança insistiu “na importância da vacinação e da responsabilidade de manter-se o nível de exigência no cumprimento das regras base de proteção como o distanciamento físico, o uso da máscara e desinfeção das mãos, como seguir com rigor as regras do desconfinamento. A pandemia ainda não terminou e todos temos de fazer bem para continuarmos a desconfinar em segurança e não termos que dar passos atrás”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?