Mens sana in corpore sano

Por Eliseu Sampaio.

“Uma mente sã num corpo são” é uma citação latina, derivada da Sátira X do poeta romano Juvenal. Esta frase é parte da resposta do autor à questão sobre o que as pessoas deveriam desejar na vida.

Este é um período fértil para reflexões sobre o que devemos desejar da vida, quando verificamos que nos são colocados obstáculos firmes diante do que nos fazia humanos mais felizes. Manter o corpo são, e por consequência, a mente sã, é tarefa árdua neste tempo de privações. É difícil, mas absolutamente necessário!

Sabemos que a pandemia da covid-19 está a ter um impacto catastrófico por todo o mundo, em praticamente todas as atividades desenvolvidas pelo homem. A prática desportiva não é exceção! É, aliás, uma das áreas mais afetadas devido aos sucessivos confinamentos e à necessidade absoluta de distanciamento físico, que elimina a hipótese da prática de modalidades coletivas.

Nesta quinta-feira chegará às mãos dos vimaranenses a edição de fevereiro da revista Mais Guimarães. Nela abordamos o impacto da pandemia no desporto, de uma forma global.

Falamos nesta reportagem de fundo com atletas de diferentes gerações, com treinadores, professores de educação física, personal trainers, proprietários de ginásios vimaranenses, dirigentes, médicos e até psicólogos. É unanime a preocupação com a diminuição ou pausa na atividade física ou desportiva durante a pandemia. Um facto que todos apontam que também terá reflexos no bem-estar, na saúde física e mental de várias gerações. Refletir-se-á ainda nos clubes, nas associações e coletividades desportivas que vivem amarguradas neste tempo, com imensas dificuldades, de vária ordem, e veem o futuro incerto.

Jogo Suspenso: O impacto da pandemia no desporto, esta quinta-feira, na revista Mais Guimarães.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?