Quantas pessoas podem estar nas praias do Norte? APA responde

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) divulgou esta quarta-feira a capacidade definida para cada praia do país na nova época balnear, numa altura em que a pandemia obriga a regras de norte a sul do país. “Determinar a capacidade das praias em contexto COVID-19 é um exercício complexo, podendo conduzir a regras difíceis de conceber, de observar e de cumprir”, assume a APA no seu site oficial que desafia os portugueses a dar a sua opinião sobre a matéria.

No caso do Norte do país, Caminha, a APA determina para a Foz do Minho 1600 utentes de capacidade total potencial, 500 para o Forte do Cão – Gelfa, 4500 pessoas para Moledo e 2700 para Vila Praia de Âncora.

Em Esposende,  a Apúlia Norte pode ter em simultâneo 900 pessoas e na Apúlia 2000. Em Ofir, a capacidade diminui: 800 utilizadores e em Cepães 600. Ramalha – 1200; Rio de Moinhos – 100 e Suave Mar – 3000.

Na Póvoa de Varzim, a Praia de Fragosa é a que tem capacidade para acolher mais utentes: 2600, seguindo-se Salgueira com 1600 – à semelhança de Redonda/Leixão e Santo André com 1500.

Em Viana do Castelo, a Praia Arda/Bico pode receber até 1400 pessoas em simultâneo e é por isso a praia com mais capacidade, segundo o relatório da APA.

Aqui fica a lista completa.

Em Vila do Conde, a Praia do Mindelo terá lotação máximoa para 2400 pessoas, seguindo a Praia Azul (1500) e Árvore (1500).

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?