TAÇA DAVIS EM GUIMARÃES

João Sousa e companhia enfrentam a Áustria, na primeira ronda do Grupo I da Taça Davis, no Pavilhão do Vitória de Guimarães, entre 4 e 6 de março de 2016.

q1

A Taça Davis é a maior competição mundial de ténis por equipas. A competição realiza-se desde 1900, embora no formato inicial reunisse apenas as seleções dos USA e do Reino Unido, ou Ilhas Britânicas (como eram então chamadas). Ainda nos primeiros anos do século XX a competição começou a alargar- -se a outros países, primeiro a França, Áustria, Bélgica, Austrália e Nova-Zelândia, mas no final dos anos 20 já havia mais de vinte nações a disputar a Taça. Nos primeiros anos o domínio americano foi total. Esta hegemonia havia de ser quebrada, em 1927, pela França, com uma seleção que ficou conhecida como “os quatro mosqueteiros”, da qual fazia parte René Lacoste.

A primeira participação portuguesa aconteceu em 1925, num jogo contra a Itália, realizado em Lisboa. Nos
anos seguintes, até 1928, Portugal manteve participação regular na Taça Davis, até que nesse ano teve falta de comparência, por não haver verbas para fazer a deslocação. Foi preciso esperar 20 anos, até 1948, para Portugal voltar a participar na competição. Portugal conseguiu a sua primeira vitória na Taça Davis numa eliminatória realizada no Estoril, em 1963, contra o Luxemburgo.
Em 1974, pouco depois do 25 de Abril, realiza-se no Porto, o primeiro encontro da Taça Davis fora de Lisboa, num jogo que opunha Portugal à França. Nos anos 80 a equipa, de que fazia parte o atual seleccionador nacional, Nuno Marques, consegue algumas das mais brilhantes vitórias na competição.
Em 1994, Portugal tem o seu melhor momento na Taça Davis, derrota a Inglaterra por 4-1, no Porto, e disputa a ronda de acesso ao Grupo Mundial.
É nesta condição, em que Portugal só tinha estado em 1994, que Portugal se pode agora colocar se vencer a Áustria, em Guimarães, nos próximos dias quatro, cinco e seis de Março de 2016. As duas equipas já se defrontaram
anteriormente em três ocasiões, em 1986 (5-0), 1987 (4-1) e 1999 (4-1), sempre com triunfos austríacos. A equipa
que em 1994 colocou Portugal nos play-offs do Grupo Mundial era, até agora, considerada a geração de ouro do ténis português, com jogadores como Nuno Marques e João Cunha e Silva, este último, recordista de participações, com 30 presenças. Porém, nestes últimos anos os resultados de tenistas como Gastão Elias, Frederico Gil, Rui Machado, Maria João Koehler e especialmente João Sousa, fazem da geração atual a verdadeira geração de ouro do ténis nacional. O que nos pode levar a acreditar que neste quarto encontro com os austríacos, capitaneados por Dominic Thiem (20º ranking ATP), os selecionados de Nuno Marques poderão levar a melhor.

O encontro de pares entre a dupla Gastão Elias/João Sousa e Max Mirmiy/Sergey Betov, durou 4h09’, com parciais de 7-6(3), 4-6, 6-7(5) e 6-3. No quarto encontro de singulares, em que se enfrentaram os dois melhores jogadores de cada equipa, o vimaranense, João Sousa, não deu hipótese ao antigo número um mundial de juniores Uladzimir Ignatik (atualmente 209º ranking ATP) e venceu por 6-1, 6-1 e 6-4, em pouco mais de hora e meia. O carimbo para o Grupo I ficou selado com uma vitória sobre os bielorussos, com um resultado final de 3-1.

A eliminatória da Taça Davis entre Portugal e a Áustria será disputada no Pavilhão do Vitória de Guimarães, com capacidade para 2 500 espetadores. Em comunicado, a Federação Portuguesa de ténis anunciou que, ao contrário
do que tem sido habitual nos jogos da Taça Davis realizados em Portugal, desta vez os ingressos não serão gratuitos. Ainda assim o preço será simbólico. “A forte motivação da Câmara Municipal de Guimarães aliada ao apoio financeiro foi decisivo para o acordo. O piso será colocado de raiz no pavilhão.
A equipa técnica ainda está a estudar a superfície que será, por certo, rápida/intermédia”, explicou Vasco Costa, presidente da Federação Portuguesa de Ténis relativamente ao local da prova.
Se em setembro, os 1 000 lugares do Clube de Ténis de Viana do Castelo estiveram sempre lotados para ver Portugal enfrentar a Bielorússia, em Guimarães, terra natal do melhor tenista português de sempre, os 2 500 lugares do Pavilhão do Vitória vão ser curtos para todos aqueles que vão querer ver o nosso top-50 em ação.

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?