TRAIL SOLIDÁRIO CR CANDOSO/OS ROTOS

O Clube Recreativo de Candoso e a Associação de BTT Os Rotos juntaram-se para organizar, no próximo dia 16 de outubro, o primeiro Trail Solidário, com os lucros do evento a reverterem para a Casa da Criança.

O CR Candoso tem a sua matriz no atletismo, já que foi para a prática desta modalidade que a instituição foi criada. Já “Os Rotos” são uma associação que começou por promover a prática do BTT, mas que mais recentemente criou uma secção de atletismo. As duas coletividades juntam esforços no sentido de organizar este trail. A prova é apadrinhada pelos conhecidos corredores de trail José Capela e Cristina Dias.

Embora sem divulgar nomes, a organização, pela voz de Simão Pedroso, garante que a esta data já estão garantidas as presenças de alguns dos principais atletas da modalidade a nível nacional.
No momento em que escrevemos estas linhas da lista de inscritos já constam 200 atletas. A organização limitou, nesta primeira edição, a participação a 500 atletas, por questões relacionadas com a logística e no sentido de oferecer as melhores condições aos participantes.
A prova desenrola-se ao longo de três freguesias. A partida e a chegada serão em São Martinho de Candoso, com passagem por São Cristovão de Selho e Pevidém.

4
Para abranger pessoas com diferentes níveis de treino e capacidade física, a prova tem duas configurações de trail e uma caminhada. A caminhada, acessível a todas as pessoas, ainda que com pouca preparação física, tem uma extensão de 7 quilómetros, o trail tem uma versão curta, com 15 e outra longa, com 25. Esta é a primeira prova da especialidade que as duas colectividades organizam, porém, com o objetivo de tornar a prova anual e de lhe juntar uma outra prova de atletismo de estrada, em data ainda a divulgar.

As inscrições podem ser efetuadas em www.chrono.pt. A inscrição no trail curto custa cinco euros, no trail longo oito
euros, sendo que deste valor três euros revertem para a Casa da Criança. A inscrição na caminhada também tem um custo de três euros, valor que será integralmente doado à mesma instituição. Simão Pedroso, director do CR Candoso e um dos membros da organização do Trail Solidário, assegura que “o objetivo não é ganhar dinheiro” e que se depois de cobrir os custos sobrar dinheiro, o valor será canalizado para a instituição apoiada. Com a inscrição os
atletas recebem um dorsal com “chip”, seguro, t-shirt, abastecimentos ao longo da prova e uma lembrança para todos finalistas.
À chegada todos os atletas terão direito a lanche. A partida da prova será dada de forma faseada: às 9h15 partem os participantes no trail longo, às 9h30 os atletas do trail curto e às 10h00 os caminheiros.
O secretariado da prova será no Pavilhão do CR Candoso e estará aberto desde as 7h00 do dia da prova.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?