ANDRÉ FERNANDES

Nome completo
André Manuel Carvalho Fernandes

Nascimento
06 de janeiro de 1985, Azurém

Profissão
Bombeiro e Funcionário Público

Depois da sua presença inesquecível no EDP Running Wonders, o bombeiro vimaranense não deixou as meias-maratonas por aí. Dentro e fora do país, André Fernandes tem percorrido quilómetros com o fato de bombeiro vestido.

Filho de um bombeiro, André Fernandes sempre fez parte desse mundo, no qual ainda hoje participa. “O meu pai trabalhava por turnos, e da parte da tarde sempre fui habituado a andar sempre com o meu pai para os bombeiros. Como o próprio disse, “ficou o bichinho”.

“Lembro-me do meu primeiro incêndio florestal: deram-me um fato de macaco e fui”

Aos 14 anos, André Fernandes deu o primeiro passo nesta profissão voluntária, relembrando que se fosse hoje, não poderia entrar tão jovem assim. O vimaranense que é voluntário nos Bombeiros de Guimarães relembra que entrou primeiro para o quadro auxiliar e só depois teve que fazer a respetiva formação. “Lembro-me do meu primeiro incêndio florestal: deram-me um fato de macaco e lá fui”, recordou o vimaranense.

“Hoje ser bombeiro voluntário não chega gostar, tem que se ter disponibilidade”

O voluntário explicou que os bombeiros nos tempos atuais já não são “os coitadinhos”. “Temos equipamento, temos muitas valências. Temos é pouca coisa a nível de apoios, reconhecimento. Mas não da população, às vezes é da própria estrutura. Hoje, ser bombeiro voluntário não chega gostar, tem que se ter disponibilidade”, desabafou.

André Fernandes está há 33 anos a exercer a atividade bombeiral. Depois de sofrer um grave acidente, há cerca de um ano, os médicos aconselharam-no a praticar muito exercício físico.

Surgiu então esta nova aventura na vida do bombeiro vimaranense: percorrer maratonas. Tudo começou na EDP Running Wonders em Guimarães. Muitos ainda se recordam de ver o vimaranense a cortar a meta vestido de bombeiro com a filha ao colo. Depois desta prova, este novo mundo tomou proporções que André não imaginava.

Com a participação no Bombeiros de Elite, em Braga, e no Survival Firefighter Challenge, na Maia, André Fernandes chamou a atenção dos olhares europeus.

Depois de também percorrer Viseu e Coimbra, o vimaranense participou na Firefighter Combat Challenge, uma das provas mais exigentes para bombeiros, na Bélgica, em que participaram cerca de 300 voluntários. André Fernandes classificou-se no top 20. “Estava com medo, mas emocionei-me no final”, contou André Fernandes.

André Fernandes tem ainda outra profissão que muitos vimaranenses reconhecem. O bombeiro é funcionário público, e é fiscalizador da Vitrus, empresa municipal. “Para ter uma ideia, sou bombeiro desde os 14, trabalho na Vitrus há seis anos. Sempre fui conhecido como o André bombeiro, e agora para muita gente sou conhecido como André da Vitrus e das multas. Não fico contente em multar as pessoas, mas é o meu trabalho e tenho que o fazer da melhor forma”.

O futuro de André Fernandes deverá passar por aliar a atividade bombeiral com as corridas. A próxima prova está agendada para 24 de novembro, em Évora, onde irá decorrer “uma espécie de homenagem aos Bombeiros de Portugal”, referiu.

Mais à frente, a Europa está novamente à vista, com provas na Alemanha, Itália, Inglaterra e França.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?