AVE VOA SOBRE GUIMARÃES HÁ 15 ANOS

por JOSÉ CUNHA

Existe uma “AVE” que voa sobre Guimarães há quinze anos. Essa “AVE”, não é uma rapina à procura da presa nem um drone a vigiar os nossos passos, mas está atenta e vigilante ao que passa no nosso território. Essa “AVE” não é alada nem comandada à distância, essa “AVE” é a Associação Vimaranense para a Ecologia.

Poucos são os vimaranenses que sabem que existe uma associação ambientalista em Guimarães, e menos ainda os que sabem que ela já conta quinze anos de atividade, ou que desde 2012 é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA) de âmbito local, sendo uma das duas que existem no distrito.

Aproveito, por isso, esta oportunidade para dar a conhecer um pouco da AVE e desafiar os leitores a procurar saber mais sobre o seu percurso e atividades.

Constituída em 2001, a AVE tem por objeto social a defesa e promoção de um melhor ambiente natural e construído, na procura de um desenvolvimento equilibrado e sustentado, através da informação, debate e divulgação de ações que visem a resolução de questões ambientais.

É na persecução deste objetivo que a associação tem delineado os seus planos de atividades, com ações e temas diversificados, mas entre os quais merecem destaque as caminhadas, a educação ambiental e as Ecorâmicas.

As caminhadas servem o objetivo de aproximar as pessoas da natureza, promovendo a informação e conhecimento que geram respeito e vontade de preservar. Com a rubrica Caminhar em Guimarães têm sido dados a conhecer locais de interesse ambiental no concelho.

A educação ambiental é eixo fundamental da atuação da AVE, e está presente em todas as suas atividades. A associação é membro de dois Conselhos Eco-Escolas, colabora com serviços educativos, e é parceira da Câmara Municipal no programa PEGADAS.

Já com três edições, as Ecorâmicas são uma mostra de cinema documental sobre ambiente e sociedade. Cada edição elege um tema, promovendo a sua informação e discussão, em complemento com outras atividades, como feiras ou conferências. Depois da alimentação (Ecorâmicas à Mesa, 2013), dos resíduos (Lixo ao Espelho, 2014) e da água (A Vida da Água, 2015), em 2016 o tema será o Eco-Ativismo.

A AVE subsiste com um modesto orçamento, que tem por base as quotizações dos associados, sendo a sua gestão e atividades asseguradas pelo voluntariado dos seus dirigentes, sócios e amigos.

Existe uma consciência global sobre os problemas ambientais que enfrentamos, e sobre a necessidade de reverter processos e alterar atitudes. Porém,  também existem, ou persistem, as pressões do “desenvolvimento económico”, alicerçadas em paradigmas com barbas, pelo que não podemos adormecer embalados pelos discursos “verdes”, mas persistir na vigilância, com olho atento.

É com orgulho que faço parte da direção da AVE, e é com orgulho que me revejo no seu percurso, nos seus objetivos e ideais, e na forma abnegada com que atua, prestando serviço público à comunidade.

Muito mais do que servir os seus sócios, a AVE procura servir um território e a sua comunidade atual e vindoura. Deste modo, fica o convite para vir conhecer a AVE, e se assim o entender, juntar-se ao nosso voo.

José Cunha – Presidente da Direção da AVE

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?