FPF promove campeões regionais. Pevidém vai subir ao Campeonato de Portugal (que passa a ter 96 equipas)

Ponte também pode ter vaga no Pro-nacional. A Federação Portuguesa de Futebol anunciou que vai criar um novo terceiro escalão, acima do Campeonato de Portugal, em 2021/22

©  Mais Guimarães

A decisão foi conhecida esta quarta-feira e significa a subida do Pevidém ao Campeonato de Portugal. A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aprovou “um amplo plano de emergência e reestruturação do terceiro escalão do futebol sénior masculino português”. O organismo anuncia que, em 2020/21, o Campeonato de Portugal vai contar com 96 equipas (mais 24 do que em 2019/20), sendo que 20 vão ser promovidos das competições regionais.

Este “alargamento” resulta da despromoção de duas equipas da II Liga (Cova da Piedade e Casa Pia), dos 70 emblemas que se mantiveram, uma vez que não houve descidas aos distritais, dos 20 promovidos das competições regionais – o Pevidém, por exemplo – e de quatro novas equipas B.

Esta não é a única novidade apresentada hoje pelo organismo federativo: em 2021/22, vai ser criada uma III Liga, acima do Campeonato de Portugal, ao qual vão subir, já na próxima época, os campeões distritais.

Assim, na próxima temporada o Campeonato de Portugal passa a contar com oito séries, cada uma com 12 equipas. Os oito primeiros apuram-se para o acesso à II Liga; os restantes que compõe o top-5 de cada série apuram-se para o acesso à nova III Liga.

Novo formato do Campeonato de Portugal.

As duas vagas para o segundo escalão vão ser disputadas em duas séries de quatro equipas, subindo o vencedor de cada uma delas. Já o acesso à III Liga prevê oito séries de quatro clubes, colocando os dois primeiros na nova competição.

O número de clubes a disputar as competições não profissionais, III Liga e Campeonato de Portugal, vai “reduzir-se até 76”, em 2023/24.

Nova III Liga, a disputar a partir da temporada 2020/2021

Numa espécie de efeito de bola de neve, a promoção de clubes ao Campeonato de Portugal pode fazer com que as vagas sejam preenchidas por clubes dos campeonatos distritais da Associação de Futebol de Braga. Um dos contemplados pode ser o Ponte, que liderava a Divisão de Honra até à interrupção da competição.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?