NOVE CAMPEÕES DO MUNDO PARA A KTF GUIMARÃES

A equipa KTF Guimarães regressou do Campeonato do Mundo WAC com nove títulos, mas o mestre Ivo Cardoso destaca a participação de um atleta que ficou em segundo lugar pelo exemplo de superação que representa.

Quando falamos de kickboxing é a vertente mais intensa deste desporto que nos surge, porém, como em outras modalidades, também aqui há formação, que é feita em categorias com menos contacto, como o semi contact, o light contact e o light kick. O sexo feminino, que tem aderido cada vez mais a esta modalidade, procura formas de competir que não impliquem os riscos do kickboxing, aderindo muito a estas categorias mais ligeiras.

10330519_10209576053823139_456051816507474651_n

A cidade de Guimarães tem tradição no kickboxing com atletas como Alberto Costa e António Sousa, ligados ao Vitória. Nestas categorias mais leves tem-se evidenciado a KTF Guimarães. A equipa, que tem centros de treino em diversos pontos do concelho, foi campeã nacional em 2013 e 2014, em juniores e seniores, de light kick e prepara-se este ano para voltar, depois de ter interrompido a participação em 2015. “Temos muitas crianças e jovens nos nossos treinos e temos cada vez mais senhoras a treinar”, é assim que Ivo Cardoso justifica a aposta nas categorias de formação da modalidade.

A KTF participou na sexta edição do Campeonato do Mundo WAC (World Wall Styles Championship), que decorreu nas Caldas da Rainha, entre 18 e 20 de março. Este evento reuniu mais de cinco mil atletas, de 54 países, que realizaram um total de mil e quinhentos combates. A equipa de Guimarães esteve presente com 26 competidores, juniores e seniores, masculinos e femininos. O saldo da participação foi excelente com 9 campeões do mundo, 12 vice-campeões e 8 terceiros lugares, nas diversas categorias.1934733_10209576055863190_5510085770315094873_n

O saldo da participação foi excelente com 9 campeões do mundo, 12 vice-campeões e 8 terceiros lugares, nas diversas categorias.

Sagraram-se campeões Ruben Ferreira, Pedro Martins e Bruno Pereira, em juniores, e Ricardo Cunha, Simão Vieira, Edmundo Ferreira, Ivo Cardoso e Sandra Lopes, em seniores. Apesar de ter ficado em segundo lugar, o mestre destaca a participação de Tiago Passos. O atleta treina na KTF ao abrigo de um protocolo com a Cercigui. “Se para todos os competidores é difícil, não podemos imaginar o que significa para ele”, comenta Ivo Cardoso sobre o segundo lugar do seu atleta. Tiago fez três combates, venceu um marroquino no primeiro e um francês no segundo e acabou por perder, pela margem mínima, no combate da final. “Participando numa categoria não adaptada”, explica Ivo Cardoso. A KTF e Ivo Cardoso têm sido pioneiros na promoção do kickboxing adaptado para atletas com limitações. Além da Cercigui, em Guimarães, a equipa também tem protocolo com a AIREV, em Vizela. Tiago Passos é apenas a referência de um grupo alargado de atletas, com limitações, que treinam na KTF.

 

 

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?