“A cozinha sem SALSA é como um jardim sem flores”

por Mário Moreira

A salsa é tão solidária e generosa que se dá muito bem com todos os outros alimentos. As ervas aromáticas, não sendo alimentos, ajudam a conferir cheiros e sabores muito aceitáveis ao paladar.

A salsa é uma das aromáticas mais populares, imprescíndivel na cozinha, tem a enorme vantagem de poder comprar-se sempre fresca. A salsa de aroma delicado, de folhas vivas e recortadas, tem afinidades com o alho e os pratos de sabor salgado e forte, combina com uma inifinidade de pratos da gastronomia nacional. Aprendi a apreciá-la em criança com meu pai no campo. No Verão, quando íamos à monda regar e encontrávamos salsa, após bem lavada, comíamos as folhas. Empresta uma sensação de frescura e limpa o hálito. Meu pai Francisco, dizia-me que fazia bem ao sangue. Para o nosso organismo, possui importantes sais minerais; potássio, fósforo, ferro, cálcio, enxofre e magnésio.

Quantas pratos de apresentação deprimente se salvam com a salsa picada ou com as suas folhinhas em leque.

Um ramo de cheiros com louro, salva, tomilho, ou alecrim, faz realçar o gosto da comida e das outras ervas. Para lhe aumentar a sua intensidade, usar em quantidades generosas, incluindo os caulas que têm um aroma mais penetrante. Adicionar salsa em pratos mais suaves, no fim da cozedura. Adicionar e abafar com o testo.

Pode ser usada em saladas, maioneses, recheios, infusões, sopas, sanduíches, bem picada, inteira ou frita, na decoração de pratos de peixe. Há diversos tipos de salsa, a de folhas planas de caules suculentos e comestíveis e a de folha recortada parecida um pinheiro manso. Podem ser conservadas secas ou na congelação, mantêm o seu aroma. É possível ter sempre á mão salsa sem recorrer ao mercado, basta ter um vaso em casa com terra e dar início ao desafio de a cultivar… brota espontaneamente sem grandes mordomias.

A salsa é rica em vitaminas e minerais, o que a torna uma excelente guarnição, tão benéfica como atraente. É impensável uma patanisca ou bolinho de bacalhau sem salsa, um molho verde emm bacalhau com grão, maionese verde, omoletes…

“Maionese de Salsa com Ovos”

Torrar 4 fatias de pão. Num copo misturador, envolver 4 colheres de sopa de maionese,1 dente de alho, 2 colheres de sopa de salsa picada, 1 colher de sobremesa de coentros, 2 colheres de sopa de azeite, ¼ de pera abacate. Triturar tudo até que fique num creme bem equilibrado. Temperar com sale pimenta a gosto.

Bom apetite!

Um abraço gastronómico.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?