À DESCOBERTA DO PRAZER A DOIS

por Mário Moreira

Através dos tempos, a alimentação e o erotismo andaram de mãos dadas e as várias culturas do mundo criaram receitas para os amantes melhorarem o seu desempenho sexual. “Comendo e bebendo, o amor vai crescendo” e “o homem conquista-se pelo estômago”, são saberes populares, imortalizados no tempo, que demonstram a ligação que se estabeleceu entre a comida e o sexo.

Desde a sua existência, o Homem vive em busca permanente do afrodisíaco ideal. Normalmente, associa-se à palavra afrodisÍaco a capacidade que certos alimentos possuem de melhorar a vida sexual das pessoas.

Porém, essa definição vai mais longe e refere-se a tudo aquilo que o ser humano faz para estimular e aumentar o desejo sexual.

Uma observação mais atenta permite-nos perceber como a história social da humanidade, da alimentação e da sexualidade, tanto caminham de mãos dadas, como se apresentam em movimentos paralelos de oscilação, entre a liberdade e a repressão, entre a pulsão e o controlo.

Equiparar o ato sexual a uma refeição requintada, onde cheiramos, saboreamos, mastigamos e engolimos os alimentos, pode revelar-se numa das atividades mais estimulantes, do ser humano.

Infelizmente, nos dias de hoje, as delícias da mesa foram substituídas por refeições frias, rápidas, impessoais, substituídas pelos ecrãs e as redes sociais e devido à falta de tempo, não exercitando a teoria de que os amantes são, geralmente, apreciadores da boa mesa. A confirmar esta tese, temos homens e mulheres que comem pouco, vivendo obcecados com a linha, não tendo por isso uma vida sexual (?!) satisfatória.

Apreciações, definições e teses à parte, com este trabalho, desejo não deixar passar em claro, certas ocasiões especiais, designadamente o “Dia dos Namorados”. Por isso, um importante espaço da nossa revista de fevereiro, é reservado a esta efeméride. A preparação de um jantar romântico, com várias receitas, alusivas à ocasião, tem o intuito de despertar “apetites” em si e na sua pessoa amada.

 

Viva ao Cupido, ao Amor a dois e ao prazer da boa mesa!

   

Ementa em 3 atos

  1º Ato – Primeiros Andamentos…

 

Punheta de Bacalhau

Retirar a pele e espinhas a uma posta de bacalhau demolhado, que se desfia à mão e naturalmente…

Assam-se dois pimentos vermelhos. Pode fazer-se no bico do fogão, lavam-se e cortam-se em tiras e numa taça colocam-se em azeite a marinar. Coze-se um ovo e descasca-se.

Descascar uma cebola em gomos finos e colocar em água morna, até lhe retirar acidez.

Numa saladeira, dispõem-se de forma alternada, os pimentos, o bacalhau, a cebola e os ovos às rodelas. Ter o cuidado, no final, montar o bacalhau em cima das camadas.

Finalmente, com duas colheres de azeite e vinagre qb, com sal e pimenta, bater muito bem e regar generosamente por cima do bacalhau.

Polvilhar com folhinhas de salsa.

 

 

Gambas Carnais com Molho Picante de gengibre

 

O gengibre realça os cozinhado mais exóticos, sendo considerado um estimulante sexual, por aumentar a circulação sanguínea.

Numa panela, com água fervente, adicionar, uma folha de louro, dois dentes de alho esmagado com casca, uma colher de sobremesa de sal, uma colher de café de piri-piri, 200gr de gambas e deixe cozer por dois a três minutos. Retirar com uma escumadeira e colocar numa taça, onde vai despejar cubos de gelo, por forma a parar a sua cozedura e deste modo, para que fiquem crocantes.

Retirar as cascas e passar as gambas em azeite misturado com um dente de alho moído. Numa taça misturar uma colher de sopa de maionese, gotas de tabasco e generosas raspas de gengibre.

 

 

Ostras Afrodisíacas ao Natural

 

 

 

As ostras são conhecidas como as “rainhas” da cozinha afrodisíaca.

Com uma escova esfregar as ostras, para remover a sujidade. Levar ao frigorifigo por duas horas.

Abrir com a ajuda de uma faca de ostras, com cuidado e paciência, por forma a não quebrarem. Aproveitar a água que tem no seu interior.

Salpicar com flor de sal. Servir as ostras sobre gelo num prato de serviço, com gomos de limão que se espremem por cima.

Acompanha com um bom espumante!

 

        2º Ato – GANAS LIBIDINOSAS…

 

Língua…do em Cúpula de Batata Doce com Açafrão

 

Quem não gosta de fazer um bom linguado? Limpar os 2 línguados e retirar a pele. Na parte próxima do rabo efetuar um pequeno corte e puxar lentamente até sair por completo. Temperar de sumo de limão, sal e pimenta qb. Com uma faca bem afiada faça os filetes. A lâmina tem de acompanhar a espinha do incio ao fim.

Numa frigideira com 2 colheres de azeite quente, adicionar os linguados e grelhar de ambos os lados. Levar ao forno durante alguns minutos para certificar a sua confeção por dentro.

Numa panela com água aduconar uma colherde sobremesa de sal, uma colher de café de pimenta, ferva 200gr de batata doce. Escorrer e adicionar 2 gemas, uma colher de sobremesa de açafrão, uma colher de sopa de manteiga, uma colher de café de nós moscada, sumo de meio limão. Envolver muito bem e levar ao lume durante alguns minutos em fogo lento.

Empratar com uma porção generosa de puré e dispor em cima os filetes de linguado.

 

Miminhos Gulosos de Porco Preto com Figos e Tomatinhos Saltitantes

 

Os figos são uma das frutas mais antigas presentes na história da humanidade, associados ao amor, ao prazer e à fertilidade.

Limpar um lombelo de gorduras. Numa taça colocar duas colheres de vinho branco e uma de vinho tinto,  uma colher de sopa de caldo de carne, folhinhas de tomilho, folhinhas de alecrim, cinco dentes de alho, uma colher de sobremesa de mostarda, sal e pimenta qb. Esmagar tudo, esfregar na carne e deixar marinar, de um dia para o outro.

Numa frigideira com uma colher de azeite, colocar o lombelo escorrido, alourar de ambos os lados. Regar o lombinho com uma colher de mel e o líquido da frigideira e levar ao forno durante 30 minutos, até a carne ficar tenra. Descascar duas cebolas roxas em gomos e numa frigideira, com uma colher de azeite, deixar caramelizar. Retirar e adicionar os figos cortados e os tomate cereja. Borrifar com uma colher de sobremesa de vinagre balsâmico e polvilhar com açúcar em pó e deixar ferver. Num prato de serviço efetuar a montagem do prato.

                                                                   3º Ato – Pausa e Relaxamento…

 

Banana Flambeada com Gelado de Canela

              A banana, cuja forma é por si só um poderoso convite aos “apetites”…, possui a propriedade de desinibir o desejo sexual. A canela contém um óleo que melhora a disposição e aumenta a potência sexual…

Delicadamente, descascar duas bananas. Podem ser cortadas ao meio ou no sentido do cumprimento. Espremer uma lima em cima, de modo, a não oxidar e absorver o seu perfume.

Numa frigideira anti-aderente, aquecida, deixar derreter duas colheres de manteiga, adicionar uma colher de açúcar mascavado e deixar caramelizar.

Retirar do lume e adicionar o rum.  Chegue o fogo. Este processo é interessante, em sala, na presença de clientes, é um espetáculo de aromas! Retirar as bananas e adicionar ao molho o sumo de uma laranja e uma estrela de aniz para aromatizar. Deixar reduzir até ficar numa calda espessa. Empratar a banana, verter o molho e adicionar uma bola de gelado de canela.

Bom apetite!

Um abraço gastronómico!

Fotos: DR

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?