FEVEREIRO, SINÓNIMO DE FOLIAS, DE AMOR NO AR, DA SEDUÇÃO A DOIS

por Mário Moreira

Fevereiro, sinónimo de folias, de amor no ar, da sedução a dois

O erotismo e a alimentação andaram sempre de mãos unidas. Sabores e saberes populares, imortalizados no tempo, demonstram a ligação entre a comida e o sexo.

Namorar é preciso, todos os dias!

Momentos especiais registam-se para além da memória. Momentos especiais também resgatam sabores únicos. Sabores em forma de desejo, mas servidos à mesa.

Que melhor caminho para afetar o palato que o uso de ingredientes para estimular o desejo? O caminho para o coração passa pelo estômago, pelo paladar. “Comendo e bebendo o amor vai crescendo”!

O homem vive a intensidade permanente em busca da sedução, na descoberta e capacidade que os alimentos possuem de melhorar o sentido afrodísiaco da sua vida.

Esta definição vai mais além. Refere-se, sobretudo, a tudo aquilo que o ser humano faz para estimular e aumentar o desejo sexual.

Equiparar o ato de sedução a uma refeição onde cheiramos, saboreamos, mastigamos e engolimos os alimentos, transporta-nos para uma das atividades mais estimulantes do ser humano.

Namorar é preciso, todos os dias! Infelizmente, nos dias de hoje, a sedução e as delícias da mesa, são substítuidas, por relações muitas vezes nubelosas e interesseiras, por refeições frias, rápidas e impessoais, são substítuidas pelos ecrãs, pelas redes “sociais”, contrariam a teoria de que os amantes são apreciadores da boa mesa.

Namorar é preciso todos os dias, ajuda a ultrapassar barreiras e combater preconceitos, estabelecer laços de liberdade e igualdade de género.

Namorar é preciso, todos os dias. Seja qual o dia do ano, a refeição tem de ser pensada no outro, no prazer de estarem juntos, refletir e agir, no prazer de saborear, seduzir em cada momento, sempre!

Namorar é preciso, todos os dias!

“Miminhos gulosos de porco preto com figos e tomatinhos saltitantes”

Limpar as gorduras, temperar o lombinho com uma pasta com; azeite, tomilho, alecrim, alho, mostarda, pimenta rosa e sal. Deixar em repouso algumas horas. Numa frigideira com fundo de azeite, em lume médio forte, colocar a carne e selar de ambos os lados. Colocar numa travessa, regar com mel e levar ao forno durante alguns minutos, até a ficar rosada. Não deixar passar demasiado, fica seco, intragável.

Os figos estão associados ao amor, ao prazer e à fertilidade. São das frutas mais antigas da humanidade. Numa frigideira com azeite caramelizar a cebola roxa, adicionar os figos de calda (não é época de figos) e o tomate cereja. Polvilhar com açúcar em pó, temperar de sal, adicionar gotas de vinagre balsâmico e deixar ferver.

Bom apetite.

Um abraço gastronómico.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?