FIGOS MADUROS E SABOROSOS – REQUINTES DE VERÃO

por Mário Moreira

FIGOS MADUROS E SABOROSOS – REQUINTES DE VERÃO

 No recheio da sua composição há um ciclo de vida de um inseto dentro de si. Fruto e inseto dependem um do outro há 100 milhões de anos.

Sem este processo de polinização, tanto as figueiras como as vespas não existiriam. Por esta razão, é comum, que este inseto esteja sempre por perto destas árvores.

Os figos, devidamente aninhados e acomodados em cabazes entre as folhas da figueira, são um dos mais insinuantes frutos de Verão. A primeira provocação chega-nos do perfume que sai da sua folhagem. São sinónimo de verão, a férias grandes, a tardes quentes que parecem nunca mais acabar, a vontade de os comer.

Como é vulgar em muitos frutos, a casca é de uma fragilidade que não faz justiça ao seu recheio. Por ser de rápida decomposição, não é fácil encontrar nos supermercados, há que visitar as feiras e mercados tradicionais. Sempre que se apanham maduros, o melhor é tratar de os comer nos dois ou três dias seguintes.

Não se julgue que só com os figos secos podem fazer receitas de nos deixar água na boca. Os figos frescos têm aplicações diversas, podem surpreender, dêmos asas à imaginação e criatividade…Uma salada de rúcula, queijo feta, crotões de pão, tomate cereja, cebola roxa, figos aos quartos grellhados, uma vinagreta de balsâmico com mel, é uma combinação excelente.

Deliciosamente, ao natural, lavados , causam um desafio, uma vontade arrebatadora às papilas gustativas, na companhia de umas finas fatias de presunto ou salmão fumado…é um verdadeiro pitéu, só experimentando! Cortados ao meio, grelhados na frigideira, como petisco, numa mistura com legumes salteados, como acompanhamento em prato de carne, em compota ou doce para recheios de bolos, cheesecake de figo com frutos vermelhos, aguardente de figo, figo em calda… São algumas das incontáveis opções, na degustação deste sedutor fruto de verão.

Tarte de Figos frescos e queijo Mascarpone”

Triturar 200 gr de bolachas e misturar com 80 gr de manteiga. Adicionar ½ cálice de rum e voltar a envolver. Com este creme efetuar a caixa e moldar a forma de tarte, pressionar para ficar consistente. Bater 250 gr de queijo mascarpone com 2 dl de natas e 100 gr de açúcar. Demolhar 3 folhas de gelatina, escorrer e derreter no micro ondas durante uns 25 segundos, adicionar ao creme de queijo e verter na forma. Lavar e cortar 8 figos em quartos e colocar uniformemente sobre o creme de queijo. Levar ao frigorífico durante 3 horas, antes de servir. Pode usar uma base pronta à venda para o recheio. Pode grelhar os figos e adicionar um molho de mirtilo..

Bom apetite.

Um abraço gastronómico.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?