A “Dieta Mediterrânica” – referência na gastronomia universal

por Mário Moreira

A “Dieta Mediterrânica” – referência na gastronomia universal

Dia 19 na Associação de Pensionistas de Guimarães vai acontecer a 4ª ação de alimentação saudável

A “Dieta Mediterrânica”, também conhecida por “dieta dos pobres” é um conceito de alimentação saudável.

O acesso aos produtos da horta; as hortaliças, os legumes, as frutas, as leguminosas, o pão, o azeite, o vinho… são ingredientes determinates no resultado à gestão do orçamento familiar. A carne e peixe, sempre mais caros, são consumidos de preferência, pelas camadas da população mais abonadas.

Esta “descoberta” efetuada por estudos há décadas, levou à conclusão, que as populações, ligadas ao mundo rural, têm uma taxa cardíaca muito reduzida. Ao contrário das populações que consomem mais carne.

Conhecidos chefes de cozinha, de todo o mundo, dão-lhe especial relevo. Muitos são os que se apaixonam pela nossa gastronomia e decidem cá ficar.

Também é verdade, Infelizmente, que este tipo de alimentação saudável, seja alterado pela importação de novos hábitos alimentares… As multinacionais do “lixo alimentar rápido” encontram mercados fáceis, na ignorância e na ausência de uma poliítica de práticas  alimentares saudáveis. Os fritos e as gorduras são exemplos terríveis.

É na infância e na adolescência que se começa a adquirir o sentido do gosto, das  preferências alimentares. Aprendemos o interesse para apreciar paladres diferentes.

Assunto para reflexão! A escola tem que assumir um papel educativo e corretor. Cantinas escolares, cantinas de hospitais, ipss… deveriam variar a alimentação praticada e alterar modos de confeção. O ensino a práticas a não desperdiçar, aproveitar os recursos e potenciar produtos mal amados; em refeições ricas, higiénicas, económicas e saudáveis.

No dia 19 de Fevereiro, a Associação de Reformados de Guimarães, uma das mais dinâmicas associações, semelhantes, no país, vai realizar a 4ª ação de alimentação saudável, com destaque a uma receita com vegetais e confeção de pão com jovens formandos sob a direção da chef Liliana Duarte. Esta conjugação de saberes e de afetos entre gerações tem seguramente sucesso garantido.

“Sopa de vegetais mediterrânicos”

Num tacho com; 1 garrafa de azeite, refogar os seguintes ingredientes, devidamente, lavados e cortados; 3kg beringela, 2kg courgete, 1kg de cebola,  ½ kg de cebola roxa, 1kg tomate, 5kg batata, 2 kg de batata doce, folhinhas de manjericão, 1 cabeça de alhos descascados. Deixar “suar” até que todos os ingredientes fiquem bem macios. Cobrir com água  e deixar ferver. Adiconar sal qb. Passar a puré. Retificar o sal. Adicionar folhinhas de manjericão, azeite e crotões de pão.

Bom apetite.

Um abraço gastronómico.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?