VINHAIS

por Mário Moreira

Vinhais cheia de história e encanto, foi terra de judeus, é terra de magia e de diabos. Terra fria de granito e natureza agreste. Recebe a “XIII RuralCastanea”  no maior assador de castanhas do mundo.

“Padre-nosso, caldo grosso, carne gorda não tem osso, rilha-o tu, que eu  não posso. Salvé rainha, mata a galinha, põe-na a cozer, dá cá a borracha que quero beber. Creio em Deus, padre todo-poderoso, o filho do rei creou um raposo”.

Trás-os-Montes lega ao país entre outras riquezas um património natural e humano de indiscutível valor. Vinhais é sinónimo de história e de tradições ancestrais, genuínas e inagualáveis.

Terra de vinhedos e soutos rende-se aos encantos de lugares  recôndidos e aos recantos mais inóspitos, marca um território muito peculiar,  num recorte de saudável calmaria, numa paisagem de castanheiros que são orgulho das suas gentes.

A magnitude das suas terras vai mais longe, oferece-nos; o virtuoso azeite, as amêndoas, as nozes, o mel, os fabulosos enchidos, (Capital do Fumeiro), a carne de raça mirandesa e de ovinos de raça churra, o porco bísaro, a cabra preta de Montesinho, e, por esta altura, surgem os magustos e a azáfama das castanhas, cuja produção das 15 mil toneladas movimenta 25 milhões de euros. Vinhais, está na linha da frente, onde se destacam, equipamentos como; o Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais e o Parque Biológico de Vinhais constituindo um exuberante cartão de visita.

O PBV é um dos melhores exemplares do género em todo o país na promoção ímpar do seu território, sugerindo-nos diversos centros de interpretação, como; o “Lobo Ibérico”,  o de “Raças Autótenes” com mais de 50 mostras de raças portuguesas e o “Centro Micológico” que preserva e promove eventos de elevado nível gastronómico.  O parque tem um conjunto de Bungalows, uma hospedaria instalada num solar setecentista  e unidades de micro-alojamento com piscina, centro hipico e atividades radicais. Excelente local de visita obrigatória como o castelo e muralhas em recuperação e valorização.

Gastronomia muito rica e variada oferece o que mais de genuino e autêntico se come em Trás-os-Montes.

Bolo de Mel com migas de amendoas e Castanhas

Bater 8 ovos, 1 chávena de azeite, ½  de aguardente, uma colher de canela, 2 chávenas de farinha com fermento, 150gr de amêndoa moida, até obter uma massa consistente. Cozer 350gr de castanhas, escorrer, esmagar e adicionar ao creme. Levar ao forno moderado em forma untada. Preparar a calda com ½ copo de mel, 2 colheres de aguardente e 5 colheres de água. Retirar o bolo do forno, arrefecer e desenformar. Picar com um garfo e adicionar a calda em cima do bolo.

Bom apetite. Um abraço gastronómico.

 

Foto: DR

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?